BRIGA DE CACHORRO GRANDE (P=peãozada x P=pelegada)

50 anos de oposições sindicais
brasil do pau-brasil
das bananas
das bacanas
das desigualdades gerais
das minas gerais
das explorações
das madeiras
do ouro
do algodão
da borracha
da cana
e também das “canas”
dos quilombos massacrados
dos índios aprisionados
dos camponeses jogados
dos operários machucados
enfim, milhões de explorados
desempregados, desalojados
do café
dos carros
enchendo a cara dos tubarões
enchendo o saco das ruas e populações
enchendo o mundo de poluições
enfim…
sem falar do mensalão
que, pelo sim, pelo não,
esquerda e direita
saem de dadas mão-a-mão
pois cada uma
sai garantida
cada uma com seu quinhão,
ou milhão
ou bilhão
não importa o tamanhão
corrupção
corrupção
nada de aceitar
não
mesmo que o supremo diga
sim ou não
e para a gente sentir firmeza
vamos ao prato do dia
na mesa
a europa da nobreza
a europa burguesa
a europa da riqueza
sim
só para as multinacionais
beleza
e para o resto
resta a pobreza
multidão nas ruas
botando pra quebrar
sinal que o
CAPITALIXO
nunca serviu
e nem serve para o bicho
chamado homo sapiens
e paro por aqui
neste tema
para não encher mais o saquiens

mas volto
a 50 anos atrás
50 anos de oposições sindicais
enfrentando pelegos profissionais
tropas e tanques oficiais
mesários e urnas?
só para chapas oficiais
para as oposições?
nada de mesários e nem fiscais
mas, daí…
a multidão, a peãonzada
gritou:
chega de pelegada!

vamos com força pesada
criar a primavera sonhada.
foi um tal de
acorda peão
chega de exploração
chega de opressão
agora somos oposição
derrubando a situação
resumindo a história
desta pequena revolução
em 50 anos de combate
pelegos históricos sofreram
empate e desempate
pelegos caindo
em xeque-mate
campo e cidade
de qualquer idade
foram pro arremate…
mas a história
não parou por aí
com poder e dinheiro à vista
os neo-pelegos
se instalaram por aqui
surge uma nova lista
disfarçada de classista
mas pelega e continuísta
a multidão enfurecida
busca uma nova conquista
jogando pra fora da pista
o novo engano oportunista
criando uma nova base
de luta
democrática
e classista
a multidão avança
rumo a uma sociedade
de verdade
igualitarista
um novo caminho
uma nova pista…
e por aqui eu paro
este verso e contra-verso
da multidão ensaista
conclamo o camarada:
persista!!!
______________
Autor: desconhecido, odeia autoria privatista, contra crédito individualista, contra direito autoral privatista. Viva a igualdade!!!

Assinado: a multidão em marcha.

Esta entrada foi publicada em Polêmicas e marcada com a tag , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
To prove you're a person (not a spam script), type the security word shown in the picture. Click on the picture to hear an audio file of the word.
Anti-spam image